A tecnologia de sensores capacitivos

Constante dielétrica

Sensores capacitivos detectam tanto meios condutores quanto não condutores com constante dielétrica εr > 1. A constante dielétrica εr (também chamada de constante de permissividade ou condutividade dielétrica) de um material indica quantas vezes a densidade de fluxo aumenta quando em vez de vácuo (ar) o material penetra no campo de medição.

Meios condutores

Meios condutores têm tipicamente uma condutividade elétrica > 20 µS/cm. Eles podem ser bem detectados por qualquer tipo de sensor, seja ele com ou sem eletrodo de aterramento. Em meios condutores, a constante dielétrica não tem relevância para a distância sensora. A distância sensora é influenciada pelo tamanho do objeto e seu aterramento.

Dentre os meios condutores estão:
- água
- sangue
- tinta
- leite
- acetona
- metais


Meios não condutores

Meios não condutores têm tipicamente uma condutividade elétrica < 20 µS/cm. Geralmente, recomenda-se para esses meios sensores com eletrodo de aterramento. Se um objeto não condutor for colocado no campo do sensor, o campo aumenta em dependência da constante dielétrica e do tamanho do material a ser detectado, aumentando assim a capacidade do campo de medição. Quanto mais baixo o εr for, mais difícil será detectar o meio. Via de regra, pode-se afirmar que, por exemplo, em plástico com εr = 3, a distância sensora real Sr representa cerca de 50% da distância sensora nominal Sn.